• Mais Proteção Financeira

Seguro de Renda: por que ele também será essencial em 2021?

A saúde financeira de muitas famílias foi afetada com a crise socioeconômica que se instaurou no país com a pandemia do coronavírus desde março.


E para 2021, com o fim anunciado do auxílio-emergencial, a contratação de um seguro de renda será ainda mais importante para garantir a sua proteção financeira. Quer saber mais como este tipo de seguro pode auxiliar você no ano que chega? Continue a leitura do artigo!


O que é o seguro de renda?


O seguro de renda é uma proteção para profissionais autônomos e liberais, como médicos, advogados, taxistas, entre outros.


Como estes profissionais não podem ser segurados pela Previdência Social, o seguro de renda oferece uma garantia caso o segurado precise se afastar do trabalho em caso de acidente ou morte. Dessa forma é garantido o sustento da família por um período.


O seguro de renda pode ser encontrado por diversas nomenclaturas no mercado, conheça abaixo:


  • seguro de incapacidade temporária;

  • seguro de renda protegida;

  • seguro de renda familiar;

  • seguro garantia de renda;

  • seguro DIT;

  • seguro SERIT;


Com a previsão de vários riscos de baixa na economia do Brasil para o próximo ano, a contratação do seguro de renda torna-se vital. Além disso, com o desemprego em alta e atingindo a casa dos 15 milhões de brasileiros, um dos efeitos mais nefastos gerados pela pandemia, você precisa ao menos considerar soluções de proteção financeira.


Como funciona o seguro de renda?


Caso ocorra um imprevisto, como acidentes que causem invalidez total ou parcial, ou mesmo a morte do segurado, é possível acionar o seguro de renda e, dessa forma, contar com uma indenização.


90% dos profissionais autônomos e liberais não recolhem o benefício do INSS, o que acaba gerando a não cobertura, logo, o seguro de renda fornece uma proteção para o segurado e seus beneficiários durante determinado período.


No seguro de garantia de renda, também é definido um período de carência, o valor da franquia e também o da indenização para cada tipo de cobertura.


Também há a modalidade que garante uma diária por incapacidade temporária: é calculado um valor conforme a renda do segurado para cobrir gastos mensais enquanto ele estiver afastado de suas funções.


A seguradora irá estabelecer o valor da indenização conforme a renda do segurado, por isso é preciso comprovar a renda do profissional autônomo: um processo que a corretora poderá lhe ajudar a fazer.


Em quais casos o seguro de renda pode ser acionado?


O seguro de renda pode ser acionado em caso de acidentes e doenças que causem o afastamento das atividades, podendo variar a cobertura conforme cada seguradora.


Em suma, com um bom seguro de renda, é possível viver com mais qualidade de vida, sem medo de imprevistos que prejudiquem a vida financeira do segurado e de sua família.


O ano de 2020 mostrou e continua mostrando a todos a necessidade de contar com soluções de proteção financeira. A pandemia afastou e prejudicou muitos profissionais autônomos e liberais de suas atividades, logo o seguro de renda tornou-se um produto indispensável, e deve continuar no ano que vem.


Quer saber mais sobre o seguro de renda? Entre em contato conosco e fale com nossos corretores! Também estamos no Linkedin, Facebook e Instagram!

4 visualizações0 comentário

contato@maisprotecaofinanceira.com.br


(92) 3042-0874

(92) 99147-9068 | 99605-9292

Manaus | Amazonas | Brasil

Av. Jorn. Umberto Calderaro Filho, 455 | Cristal Tower, Sala 613
Adrianópolis | CEP – 69057 015
Manaus – AM

logo_ag.png

©  Mais Proteção Financeira | 2019 | Todos os direitos reservados.